rede de pesquisa de restingas
25 JUN 17
 

     
  Selecione a letra do sobrenome do autor.  
  Ultima atualização
12 MAI 17
 
     
    pag. 1 de 1  
  A B C D E F G H I J K L M
  N O P Q R S T U V W X Y Z

 
Autor Titulo Ano
JACOB, J., DISNAR, J.R., BOUSSAFIR, M., SIFEDDINE, A., TURCQ, B. & ALBUQUERQUE, A.L.S. Major environmental changes recorded by lacustrine sedimentary organic matter since the last glacial maximum near the equator (Lagoa do Caçó, NE Brazil). 2004
JACOBS, M.T.B. Germinação e cultivo de espécies nativas das restingas do estado do Rio de Janeiro - Mandevilla funiformis (Vell.) K. Schum. e Tocoyena bullata Mart. 2000
JAMEL, C.E.G. Caracterização da vegetação da Restinga de Jurubatiba com base em sensoriamento remoto e sistema de informação geográfico: estado atual e perspectivas. 2004
JARDIM, M. A. G., SILVA, J. C. & COSTA-NETO, S. V. Fitoterapia popular e metabólitos secundários de espécies vegetais da Ilha de Algodoal, Município de Maracanã, Estado do Pará, Brasil – Resultados Preliminares. 2005
JARDIM, M.A.G. (org.) Diversidade biológica das Áreas de Proteção Ambiental Ilhas do Combu e Algodoal-Maiandeua, Pará, Brasil. 2009
JASTER, C. Análise estrutural de algumas comunidades florestais no litoral do estado do Paraná. 1995
JASTER, C.B. A estrutura como indicadora do nível de desenvolvimento sucessional de comunidades arbóreas de restinga - uma proposta metodológica. 2002
JIMENEZ, J.A., MAIA, L.P., SERRA, J. & MORAIS, J. Aeolian dune migration along the Ceará coast, northeastern Brazil. 1999
JOFFILY, A. & VIEIRA, R.C. Anatomia foliar de Maytenus Mol. emend Mol. (Celastraceae), ocorrente no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. 2005
JOHNSON, D. Geography and ecology of native cachew (Anacardium occidentale) in Northeast Brasil 1973
JOLY, A.B. A Areia Branca das Praias 1970
JOLY, C.A. e mais 24 autores Florística e fitossociologia em parcelas permanentes da Mata Atlântica do sudeste do Brasil ao longo de um gradiente altitudinal. 2012
JOLY, C.A., AIDAR, M.P.M., KLINK, C.A., MCGRATH, D.G., MOREIRA, A.G., MOUTINHO, P., NEPSTAD, D.C., OLIVEIRA, A.A., POTT, A., RODAL, M.J.N. & SAMPAIO, E.V.S.B. Evolution of the Brazilian phytogeography classification systems: Implications for biodiversity conservation. 1999
JOST, H. O quaternario da planicie costeira do Rio Grande do Sul, Região Norte 1971
JOST, H. O quaternário da região norte da planície costeira do Rio Grande do Sul. 1971
JOST, H. & MARTINS, L.R. Feixes de restinga da ilha de Santa Catarina, Brasil. 1972
JOST, H., PINTO, F.J.& LOSS, E.L. Novas informações estratigráficas sobre o quaternário da planície costeira do Rio Grande do Sul - Brasil. 1971
JOST, H., SOLIANI-JUNIOR. & GODOLPHIM, M.F. Evolução paleogeografica da região da Lagoa Mirim, RS, SE do Brasil 1975
JULIANO, R.F., BASTOS, R.P. & MOTTA, J.A. Tropidurus torquatus (Calango). Diet. 2002
JUVÊNCIO, I. Fixação das dunas. 1959
20 de 3294 referencias    
 
     
     
  A Bibliografia  
  Em 1982, foi publicada a primeira bibliografia sobre restingas, cujos autores são L.D.Lacerda, D.S.D.Araujo e N.C.Maciel (Restingas Brasileiras: uma bibliografia). Esta consiste em uma listagem de 471 refer?ncias que foi transferida para uma base de dados por C.F.C.S?, V.S.Fonseca-Kruel e R.C. de S? e vem sendo atualizado nestes quase 20 anos por D.S.D.Araujo, N.C.Maciel, C.F.C.S? e V.S.Fonseca-Kruel. Atualmente contem mais de 1900 cita??es!

Nossa inten??o ? manter atualizada uma listagem bibliogr?fica exaustiva na ?rea das Ci?ncias Biol?gicas, com algumas refer?ncias das Ci?ncias da Terra pertinentes aos resting?logos. Inclu?mos tamb?m trabalhos sobre anatomia foliar, biologia floral, gen?tica, etc., de esp?cies que ocorrem nas restingas, mesmo em casos em que a pesquisa tenha sido realizada em ambientes n?o-restinga, ou mesmo fora do Brasil.

Caso queira colaborar conosco, clique no link ao lado ou envie as suas refer?ncias bibliograficas completas (as que voc? n?o encontrou neste site) para infobib@restinga.net, sendo assim os dados ser?o inclu?dos posteriormente nesta lista.

 
     

     
  Contribua sua referencia!  
  O crescimento de nossa lista de bibliografias também depende de vocês. Acesse nossa pagina de contribuição de referencias.